Bentô 18, arrumação e cuidados com o pote

Este é o bentô 18.

Bentô 18

Arroz jasmim: Pra quem nunca ouviu falar, é uma variedade muito utilizada na culinária tailandesa. Ele tem grãos finos, longos e é aromático – daí o nome. Tem um saborzinho amanteigado que é delícia.

Feijão: Carioquinha, comum. Cozinho na noite anterior, e de manhã eu tempero (nesse caso, só alho, sal e pimenta do reino, que é o que tinha em casa).

Frango ao curry: Com cebola, cenoura e cebolinha. Lavemente adocicado por causa do mirin, e levemente picante por causa do curry. Nham!

Ingredientes:
– 400gr de cubos de peito de frango picado
– cebola média picada
– 2 cenouras pequenas (ou uma grande) picada
– 1 colher de óleo sem sabor (soja, canola, milho etc)
– 1 colher de sopa de curry em pó
– 1/3 a 1/2 xícara de mirin (depende do quão adocicado você quer)
– sal e cebolinha a gosto
– Algumas gotas de óleo de gergelim

Preparo:
Refogue a cebola no óleo comum até dourar. Junte a cenoura. Acrescente o frango e refogue um pouco até selar (ficar com a superfície branquinha). Adicione o mirin e o sal, e mexa até o líquido secar um pouco. Por último, coloque o curry, misture rapidamente e desligue – o curry perde o aroma se ficar muito tempo no fogo. Coloque algumas gotinhas do óleo de gergelim, para dar gosto (é bem forte!). A cebolinha pode ser acrescentada no meio do processo ou no final, se preferir ela mais fresca.

***
Sobre a montagem

Eu ADORO curry, mas ele pode manchar sua bentô box de plástico ou de madeira, principalmente se for de cor clara. Depois de amarelar algumas de maneira irreversível (chuif), eu comecei a tomar mais cuidado.

Não é apenas curry que tem esse potencial destruidor: shoyu, molho de tomate e alimentos com caldo, em geral podem estragar sua box, principalmente se você esquentar o bentô no microondas antes de comer. Mas com alguns cuidados bestas você pode minimizar os riscos.

Papel manteiga

Por exemplo: no caso do curry, eu cobri o pote com papel manteiga antes do colocar. Não me importei muito com a divisória, porém… Minha preocupação é mais com os cantos, que costumam esquentar mais do que o meio no microondas, e é onde geralmente mancha. Se a divisória fosse de uma cor mais clara eu me preocuparia com ela também.

No caso do feijão, que tem um pouco de caldo, é bom tomar cuidado também. Se for feijão preto, ou um chili com molho de tomate, ou mesmo um estrogonofe, cuidado se sua box tiver fundo claro. Não achei necessário usar papel manteiga – a box tem cor forte, feijão carioca é clarinho e eu provavelmente não ia esquentar no microondas na hora de comer. Fiz apenas uma caminha com o arroz branco, para evitar o contato direto do caldo do feijão com o fundo pote.

1.
Caminha de arroz

2.
Feijão por cima

Completei o arroz e o feijão no cantinho (por razões estéticas!), acrescentei cebolinha, pimenta do reino e tcharam.

Bentô 18

Escolha sua bentô box

Uma das questões que mais me fazem em relação ao bentôs é onde comprar os potes. Tem alguns links aí pelo blog pra quem quiser comprar, mas na verdade não é necessário ter bentô boxes bonitinhas nem especialmente feitas para este fim para começar a fazer bentô. Dá para comprar potes baratos e perfeitamente adequados para bentô em qualquer supermercado.

Bentô do ano passado em um pote básico.

Como saber qual tamanho é ideal para você?

Minha melhor sugestão seria olhômetro + tentativa e erro.

Segundo a Maki do blog Just Bento, uma referência para escolher o tamanho do seu bentô é considerar a quantidade de calorias que você pretende consumir na refeição e transpor essa medida para mililitros. Por exemplo, se eu seguir uma dieta de 2000 calorias, e consumir por volta de 550 calorias no almoço, minha bentô box deve ter capacidade entre 500 e 600ml (a Iro Iro Argyle Bento Box, que é a que eu mais uso, tem mais ou menos isso).

Esse é um critério relativo, já que a quantidade de calorias depende mais do tipo de alimento que você come do que do tamanho do recipiente (meu bentô cheio de alface vai ser bem diferente de um cheio de macarrão). Além disso, as pessoas tem necessidades calóricas diferentes entre si e ao longo da vida, e nem sempre sabem ou se importam em contar calorias. Mas serve como referência se você pretende comprar uma bentô box pela internet, por exemplo.

Outra sugestão é, em casa, pegar a porção que você costuma comer, e testar se cabe nos seus potes (vai bagunçar sua comida, mas paciência). Ao encontrar o ideal, meça a capacidade dele enchendo com água e colocando em um copo medidor, e use esse valor como referência para novos potes.

Se for comprar bentôs japoneses na internet, tenha em mente que o bentô é montado bem apertadinho, por questões práticas (quanto menor o pote, melhor pra carregar por aí) e estéticas (com tudo encaixadinho, a comida não vai sair do lugar, misturar e estragar a arrumação). Por isso, os potes japoneses “médios”, para adultos, podem parecer pequenos para o seu apetite. É questão de aprender a montar o bentô como eles, ou comprar potes maiores.

Sobre materiais

O plástico, por ser prático, barato, leve e resistente, é o material mais comum hoje em dia para bentôs, marmitas e armazenamento de alimentos. Provavelmente você deve ter alguns desses na sua cozinha que podem ser usados para seus bentôs.

Porém, pesquisas recentes revelaram que alguns tipos de plásticos podem contaminar os alimentos com substâncias perigosas para a saúde, como o Bisphenol-A (BPA) e os ftalatos. A primeira interfere nos níveis hormonais de mamíferos, e seu emprego na fabricação de plásticos já é proibido em vários países da Europa, no Canadá e nos EUA. No Brasil, foi proibido no final de 2011, mas as empresas tem até o final de 2012 para retirar os produtos de circulação – portanto, fiquem espertos! Os ftalatos são produtos químicos acrescentados ao plástico para torná-lo mais maleável, e são considerados cancerígenos.

A dica é procurar no pote ou na embalagem a indicação de qual tipo de plástico ele é composto. Normalmente, está indicado por símbolos como estes:

Os plásticos marcados com 2, 4 e 5 são considerados os mais seguros. Os do tipo 1 e 6 não contém BPA, mas destinam-se a embalagens e utensílios descartáveis, não recomendados para reutilização. Plásticos do tipo 3 e 7 podem liberar BPA e ftalatos, e não são adequados para acondicionar alimentos.

Na verdade, há controvérsia em relação à segurança de todos os tipos de plástico, principalmente os PET (1 e 2). Na dúvida, vale o bom-senso: não use descartáveis de forma contínua (nem garrafas de água mineral!), e certifique-se de que seu pote pode ser usado no microondas, no freezer e na lava-louças antes de usar. Há muitos casos em que o pote pode, mas as tampas não.

Opções viáveis ao plástico são o vidro e o aço inoxidável. O vidro tem a desvantagem de ser pesado e quebrar; inox de qualidade pode ser difícil de achar em tamanhos e formatos adequados. Além disso, mesmo os potes de outros materiais podem ter partes plásticas, como nas tampas e no selamento.

No Japão, há bentô boxes tradicionais feitas de madeira e cerâmica. As de boa qualidade são caras e exigem certos cuidados de conservação, mas costumam ser lindas e, se bem cuidadas, duram por gerações.

Evitando vazamentos

É bom ter boa noção do quão resistente a vazamentos é o seu pote. Encha de água, tampe, sacuda, vire de cabeça para baixo e observe. Se você vai carregar seu pote com cuidado para não estragar a arrumação do seu bentô, não precisa se preocupar tanto (nas boxes tradicionais, normalmente a tampa é apenas encaixada). Se você vai só enfiar o pote na mochila para atravessar a cidade de ônibus, talvez seja o caso de investir em um ponte com tampa hermética. Sopas, ensopados e alimentos com molho ou caldo exigem uma tampa mais segura; alimentos mais secos (arroz, onigiri, sanduíches) vão bem em potes simples.

Múltiplos potes

A ideia do bentô é ser um refeição prática, organizada de forma a ocupar o menor espaço possível. Portanto, não faz muito sentido carregar cinco potes diferentes todos os dias para o trabalho.

Mas você não precisa levar esse princípio a ferro e fogo, e embalar comida, salada, frutas e sobremesa num único pote (apesar de ser bastante comum em bentôs). É bom ter potes pequenos, dependendo do tipo de alimento que você for levar, para separar uma salada, uma fruta ou um lanche para comer no meio da tarde.

Uso bastante potes desse tamanho, para levar frutas picadas ou saladas.

Todo mundo deve ter potes desse tipo em casa

Ainda, em época de frio, tenho um pote ótimo para levar sopa [fico devendo a foto]; os complementos (torradas, legumes ou até um sanduíche) e sobremesas vão separados.

Tenho ainda uns minipotes (mini mesmo!) muito úteis para levar pedaços de chocolate, biscoitos, docinhos, saquinhos de chá… [fico devendo a foto desses também].

Bentô box: Nagabako, da Hakoya

Fiquei um tempinho sem postar porque estava em processo de mudança. Aquela correria louca, caixas, contratar e cancelar serviços, empacota, desempacota etc. Esta semana, finalmente, voltei a ter uma cozinha! À partir da semana que vem, os bentôs voltam a todo vapor! Enquanto isso, mais uma resenha de bentô box: Nagabako Bentô, da Hakoya!

nagabako bento box

A Nagabako é a box que o marido usa no dia-a-dia, porque tem um tamanho razoável ao mesmo tempo em que é compridinha, um formato ótimo para carregar em pastas ou bolsas masculinas.

São dois compartimentos separados, com tampas de individuais de silicone. A vedação das tampas não é absoluta; uma vez coloquei macarrão demais e quando apertei a tampa para fechar, o molho escorreu. Mas como a ideia é que um bentô não seja muito líquido, e seja carregado com algum cuidado (para não virar de cabeça pra baixo, bagunçando toda a arrumação), as tampas me parecem seguras o suficiente. Bem mais segura que a Iro Iro Argyle, por exemplo, que eu uso todos os dias sem grandes problemas.

nagabako bento box

A tampa de baixo tem um formato certinho para encaixar o compartimento de cima; a tampa de cima tem um espaço para colocar o hashi, ou sachê de ketchup, de tempero para salada, de furikake… Infelizmente, não encontramos nenhum garfo que coubesse nesse espaço, por causa da curvatura.

nagabako bento box

Cada compartimento abriga a mesma quantidade de arroz que o compartimento inferior da Iro Iro (fiz o teste!); portanto, é suficiente para um adulto de apetite moderado. Vem com uma divisória móvel, para separar alimentos dentro do bentô.

nagabako bento box

Eu pretendia ter resenhado esta box há muito tempo, mas sabem como é… Hoje, para minha surpresa, verifiquei que as nagabako coloridas não estão mais sendo vendidas em nenhum site! Não sei se pararam de fabricar ou se estão em falta. Porém, é possível comprar a Nagabako Mokume – é a mesma caixa, mas pintada com textura de madeira (linda demais!). Além disso, há várias outras boxes da Hakoya com formato semelhante, como a Ojyu Bento Long e a Neko.

Bento Box : Iro Iro Argyle, da Hakoya

Desde que comecei o blog, recebo mensagens de pessoas perguntando sobre a minha bentô box. Portanto, neste post apresento oficialmente a Iro Iro Argyle Bentô Box, da fabricante japonesa Hakoya!

É uma box oval, de tamanho considerado médio (suficiente para um adulto de apetite moderado), com dois compartimentos, feita de plástico do tipo PET. O compartimento de cima, com capacidade um pouco menor que o de baixo possui uma tampinha interna, que deve ficar de fora ao lavar a box na lava-louças. Pode ser usada no microondas, também sem a tampa interna, para aquecer alimentos (mas não cozinhá-los!). Os compartimentos e a tampa externas se encaixam mas não travam, portanto, a box vem com um elástico para mantê-lo fechadinho.

Tenho usado essa box praticamente todos os dias já há um mês. Ao mesmo tempo que é bem compacta, é suficiente para meu apetite – e quem me conhece sabe que eu como bastante para o meu tamanho. Tudo bem que eu enfio comida até o talo, e às vezes parece que ela não vai fechar – mas o elástico faz um bom trabalho ao manter o negócio no lugar.

Porém, ela não é vedada, e não é seguro levar alimentos com caldo ou molho. Uma vez fiz lambança ao colocar feijão com o caldo muito líquido no compartimento de baixo. E se você for morto de fome como eu, nem mesmo a tampa interna do compartimento superior vai te proteger de vazamentos caso você coloque comida demais (péssimas lembranças de uma salada de berinjela…).

Não é possível comprar Bentô Boxes da Hakoya (ou de outras marcas boas) no Brasil. Eu comprei a minha pela internet, no caso, na Bento & Co.

Ban_336x280_iro_fr

O preço pode parecer um pouco salgado para um pote ($23 + frete = quase R$ 50!), mas sinceramente vale a pena pela qualidade, design e acabamento. É um investimento bacana se você estiver realmente afim de se dedicar aos bentôs.

A má notícia: as Iro Iro Argyle não serão mais fabricadas à partir deste ano. Ainda é possível encontrar na internet (embora não todas as cores), então, se você tiver vontade de ter uma dessas, é melhor se apressar. Eu comprei a laranja em janeiro para testar, e gostei tanto que corri para comprar a azul (chegou há dois dias!).

Ps. O elástico vem com a caixa, mas a sacolinha e o hashi combinando são vendidos separadamente.

Sobre a Bento & Co:
Como vocês devem ter reparado, tem banners dessa loja no site. Eu sou afiliada a eles, e isso significa que uma porcentagem do valor das compras realizadas a partir dos links no meu site reverte em crédito para mim. Quem compra não paga a mais por isso; WIN-WIN!

Porém, eu não recomendaria uma loja em que não confio. Fiz duas compras nessa loja este ano, e não tive nenhum problema. A entrega na modalidade mais barata leva em geral um mês, e nas duas vezes que comprei não precisei pagar imposto. Além disso, se você comprar produtos, usá-los em seus bentôs e enviar fotos para eles, você ganha um cupom com 10% de desconto para sua próxima compra. Legal, né?

Portanto, se vocês forem realmente fazer compras, e partirem dos link aqui no site, eu agradeço muitíssimo!

Ban_240x400_iro